Resultado da pesquisa (3)

Termo utilizado na pesquisa Leal C.A.S.

#1 - Outbreak of feline sporotrichosis in the metropolitan area of Recife, 38(9):1767-1771

Abstract in English:

ABSTRACT.- Silva G.M., Howes J.C.F., Leal C.A.S., Mesquita E.P., Pedrosa C.M., Oliveira A.A.F., Silva L.B.G. & Mota R.A. 2018. [Outbreak of feline sporotrichosis in the metropolitan area of Recife.] Surto de esporotricose felina na região metropolitana do Recife. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1767-1771. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: grasivet@hotmail.com Sporotrichosis is a subcutaneous mycosis caused by a dimorphic fungus from Sporothrix schenckii complex, which affects various species, especially feline, able to cause local, disseminated or systemic impairment. We aimed to report the occurrence of an outbreak of feline sporotrichosis in the Metropolitan Region of Recife. Swabs of skin ulcers in cats treated in the Veterinary Hospital of the Federal Rural University of Pernambuco and in particular veterinary establishments were collected. Diagnosis was made by cytological examination and fungal culture. From 115 suspicious cases, 59 cases were confirmed, unprecedented results in the state of Pernambuco. These registered cases of feline sporotrichosis have demonstrated clinical and epidemiological characteristics similar to those occurring in other regions of the country, characterized as a quick-spreading disease, of difficult treatment, which affects predominantly semi-domiciled young males in reproductive age.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Silva G.M., Howes J.C.F., Leal C.A.S., Mesquita E.P., Pedrosa C.M., Oliveira A.A.F., Silva L.B.G. & Mota R.A. 2018. [Outbreak of feline sporotrichosis in the metropolitan area of Recife.] Surto de esporotricose felina na região metropolitana do Recife. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1767-1771. Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Rua Dom Manuel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: grasivet@hotmail.com A esporotricose é uma micose subcutânea, causada por um fungo dimórfico do complexo Sporothrix schenckii que acomete várias espécies, especialmente a felina, causando comprometimento local, disseminado ou sistêmico. Objetivou-se relatar a ocorrência de um surto de esporotricose felina na Região Metropolitana do Recife. Foram coletados suabes de úlceras cutâneas de felinos atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural de Pernambuco e em Clínicas Veterinárias particulares. O diagnóstico foi realizado por meio de exame citológico e cultura fúngica. Dos 115 casos suspeitos, 59 casos foram confirmados, número nunca registrado anteriormente no estado de Pernambuco. Os casos de esporotricose felina registrados têm demonstrado aspectos clínicos e epidemiológicos semelhantes aos ocorridos em outras regiões do país, caracterizando-se como uma doença predominantemente de machos jovens em idade reprodutiva e semi-domiciliados, de difícil tratamento e de rápida disseminação.


#2 - Standardization of a PCR multiplex for the detection of dermatophytes in dogs and cats fur and crusts, 38(9):1824-1828

Abstract in English:

ABSTRACT.- Leal C.A.S., Kim P.C.P., Almeida J.C., Melo R.P.B., Santos A.S., Lima D.C.V., Pinheiro Júnior J.W. & Mota R.A. 2018. [Standardization of a PCR multiplex for the detection of dermatophytes in dogs and cats fur and crusts.] Padronização de multiplex PCR para detecção de dermatófitos em pelos e crostas de cães e gatos. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1824-1828. Laboratório de Doenças Infecciosas dos Animais Domésticos, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Av. Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: c_adrianosl@hotmail.com The aim of this study was to standardize a multiplex PCR (mPCR) reaction to detect Microsporum canis, Microsporum gypseum and the Trichophyton mentagrophytes complex in dog and cat fur and/or crusts. 250 fur and/or crusts samples from dogs and cats were analyzed by direct examination and culture, DNA from them was extracted for mPCR. Primers were designed and the DNA extracted from colonies of M. canis (URM 6273), M. gypseum (URM 6921) and T. mentagrophytes (URM 6211) from the Collection of Cultures - URM Micoteca - Department of Mycology, Biological Sciences Center of the Federal University of Pernambuco (CCB / UFPE). As negative controls, sterile distilled water and DNA extracted from Alternaria sp., were used to verify the specificity of the primers. Of the total samples analyzed, 15 (6%) were identified in culture as dermatophytes, and of these, 10 were M. canis, three M. gypseum and two T. mentagrophytes (complex). Of these 15 positive samples, 11 (73.3%) were detected by mPCR. Besides these, six others, negative in culture, were identified as M. gypseum. There was good agreement between culture results and mPCR (Kappa: 0.66). The protocol standardized in this study can be used as a screening method, because it has a sensitivity greater than that of the culture, used in parallel to the routine exams, allowing a diagnosis in a shorter time.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Leal C.A.S., Kim P.C.P., Almeida J.C., Melo R.P.B., Santos A.S., Lima D.C.V., Pinheiro Júnior J.W. & Mota R.A. 2018. [Standardization of a PCR multiplex for the detection of dermatophytes in dogs and cats fur and crusts.] Padronização de multiplex PCR para detecção de dermatófitos em pelos e crostas de cães e gatos. Pesquisa Veterinária Brasileira 38(9):1824-1828. Laboratório de Doenças Infecciosas dos Animais Domésticos, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Av. Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: c_adrianosl@hotmail.com Objetivou-se padronizar uma reação do tipo multiplex PCR (mPCR) para detectar Microsporum canis, Microsporum gypseum e o complexo Trichophyton mentagrophytes em amostras de pelos e/ou crostas de cães e gatos. 250 amostras de pelos e/ou crostas de cães e gatos foram analisadas por meio de exame direto e cultura, o DNA das mesmas foi extraído para mPCR. Primers foram desenhados e como controle positivo da reação utilizou-se o DNA extraído de colônias de M. canis (URM 6273), M. gypseum (URM 6921) e T. mentagrophytes (URM 6211), provenientes da Coleção de Culturas (Micoteca URM), Departamento de Micologia, Centro de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Pernambuco (CCB/UFPE). Como controles negativos de reação, utilizou-se água destilada esterilizada e DNA extraído de Alternaria sp. para verificar a especificidade dos primers. Do total de amostras analisadas, 15 (6%) foram identificadas, em cultura, como dermatófitos, e destas, 10 foram M. canis, três M. gypseum e dois T. mentagrophytes (complexo). Destas 15 amostras positivas, 11 (73,3%) foram detectadas por meio da mPCR. Além destas, seis outras, negativas em cultura, foram identificadas como M. gypseum. Verificou-se uma boa concordância entre os resultados da cultura e mPCR (Kappa: 0,66). O protocolo padronizado neste estudo pode ser utilizado como um método de triagem, por apresentar uma sensibilidade maior que a da cultura, usado paralelamente aos exames de rotina, permitindo um diagnóstico em menor tempo.


#3 - Neospora caninum in cattle slaughter in the states of Pernambuco and Alagoas, Brazil, 32(10):963-966

Abstract in English:

ABSTRACT.- Amaral R.L.G., Silva L.B.G., Pinheiro Júnior J.W., Souza Neto O.L., Leal C.A.S., Porto W.J.N., Barbosa J.M.P. & Mota R.A. 2012. [Neospora caninum in cattle slaughter in the states of Pernambuco and Alagoas, Brazil.] Neospora caninum em bovinos em matadouros de Pernambuco e Alagoas. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(10):963-966. Laboratório de Bacterioses, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Rural de Pernambuco, Av. Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: rinaldo.mota@hotmail.com Bovine neosporosis is an infectious disease caused by Neospora caninum, obligate intracellular parasite, and is considered a major cause of abortion in cattle in various countries. The objective was to study the occurrence of N. caninum in cows and fetuses in the states of Pernambuco and Alagoas, Brazil. We collected 306 blood serum samples from slaughtered cows and 30 fetuses in the states of Pernambuco and Alagoas. For serological diagnosis, we used the technique of immunofluorescence reaction (RIFI) with a cutoff 1:200 for sera of cows and fetal sera used cutoff 1:25 parasitic DNA research, we used tissue fetal submitted to the technique of Polymerase Chain Reaction (PCR). Serological assays, we observed 39/306(12.6%) of the positive cows and 5/30 (16.7%) of positive fetuses. To detect the parasite 8/30 (26.6%) of fetuses were PCR positive. The results of this study as the presence of parasites in fetuses are unprecedented for this region and allow us to conclude that this agent should be included in the study of causes of bovine abortion in this region of Brazil.

Abstract in Portuguese:

RESUMO.- Amaral R.L.G., Silva L.B.G., Pinheiro Júnior J.W., Souza Neto O.L., Leal C.A.S., Porto W.J.N., Barbosa J.M.P. & Mota R.A. 2012. [Neospora caninum in cattle slaughter in the states of Pernambuco and Alagoas, Brazil.] Neospora caninum em bovinos em matadouros de Pernambuco e Alagoas. Pesquisa Veterinária Brasileira 32(10):963-966. Laboratório de Bacterioses, Departamento de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Rural de Pernambuco, Av. Dom Manoel de Medeiros s/n, Dois Irmãos, Recife, PE 52171-900, Brazil. E-mail: rinaldo.mota@hotmail.com A neosporose bovina é uma doença infecciosa causada pelo Neospora caninum, parasito intracelular obrigatório, sendo considerada uma das principais causas de aborto na espécie bovina em diversos países. Objetivou-se estudar a ocorrência de N. caninum em vacas e fetos nos Estados de Pernambuco e Alagoas, Brasil. Foram coletadas 306 amostras de soro sanguíneo de vacas abatidas e 30 fetos nos Estados de Pernambuco e Alagoas. Para o diagnóstico sorológico utilizou-se a técnica de Reação de Imunoflurescência Indireta (RIFI) com ponto de corte 1:200 para os soros das vacas e para os soros fetais utilizou ponto de corte 1:25. Para a pesquisa do DNA parasitário utilizaram-se tecidos fetais submetidos à técnica da Reação em Cadeia da Polimerase (PCR). Na sorologia, observou-se 39/306 (12,6%) das vacas positivas e 5/30 (16,7%) dos fetos positivos. Na detecção do parasito 8/30 (26,6%) dos fetos foram positivos na PCR. Os resultados obtidos neste estudo quanto à presença do parasito nos fetos são inéditos para a região estudada e permitem concluir que este agente deve ser incluído no estudo das causas de aborto na espécie bovina nesta região do Brasil.


Colégio Brasileiro de Patologia Animal SciELO Brasil CAPES CNPQ UNB UFRRJ CFMV
-->